PT quer convocar Janot, Joesley e Loures em análise de denúncia contra Temer.

O líder do PT na Câmara dos Deputados, Carlos Zarattini (SP), afirmou nesta segunda-feira (3) que o partido vai defender a convocação do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, e do dono da JBS, Joesley Batista, à CCJ (Comissão Constituição e Justiça) para que sejam ouvidos antes da votação sobre se a Câmara deve dar aval ao prosseguimento da denúncia por corrupção contra Temer apresentada ao STF (Supremo Tribunal Federal).

O PT também vai defender que a votação da denúncia contra Temer pelo plenário da Câmara dos Deputados seja feita num domingo, à semelhança de como ocorreu na votação do impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT).

Por ser presidente da República, Temer só pode ser julgado no STF se a Câmara autorizar o prosseguimento do processo, pelo voto de 342 dos seus 513 parlamentares.

O presidente Temer tem negado essa interpretação do diálogo e diz que não praticou irregularidades. O perito Ricardo Molina, contratado pela defesa de Temer para analisar a gravação de Joesley, afirmou que o áudio não pode ser  usado como prova, por conter sinais de que foi editado e muitas interrupções que comprometem o entendimento completo do diálogo…

DEIXE UMA RESPOSTA